Translate

sábado, 8 de junho de 2013

El Titán del Bendito 2009


Característica diferenciadora: Potência e elegância

Preço: 38€

Onde: Garrafeiras especializadas (Lavinia)

Nota pessoal: 17.5


Comentário: Para começar...para começar, esta garrafa veio de Madrid num sortido para provar o que se anda a fazer na parte Este da Península Ibérica.
Proveniente de encepamento em Pé Franco em vinhas velhas de Tinta de Toro (Tempranillo... ou Tinta Roriz) em Pago de lá Jara... 20 meses de barrica... muitas homenagens e popularidade...vamos  prová-lo.

Cor púrpura vivo. Elevada opacidade, mas brilhante.
Aromas potentes... Terra. Pólvora, sim, pólvora seca.
Mofo, humidade. Muita persistência aromática... sem ser muito invasivo nos aromas, são esclarecidos.
Fruta secundaria... Barrica? Depois de 20 meses... Nem vê-la! Como convém... Fez o seu (bom) trabalho e "pisgou-se".
Se tivesse que eleger uma fruta a manifestar-se, seria cereja.

Na boca é muito potente.
Duro, sem vontade de brincar nem de agradar, dos frios 15 graus com que foi para os copos... Surge muito pouco amistoso. Bem vestido... Mas pouco simpático.

Decanta-se.
Espera-se... Ganha aromas mais frutados.
Muita cereja, ligeiro iogurte, sem exageros lácteos.
Na boca nota-se agora a presença de madeira, mais "abaunilhada" e seca... Taninos muito bem integrados, mas ainda por domar.
Licoroso, guloso e falsamente "magro". É cedo para ser bebido, embora já impressione.
Rebuçado... De cereja.

É um vinho que impressiona e muito bem feito... mas também muito "novo Mundo". Está claramente à procura do seu equilíbrio. Quando o atingir, será um grande vinho. A dar melhor prova seguramente depois de 2015.

Provador: Mr. Wolf 


Sem comentários:

Publicar um comentário