Translate

domingo, 9 de Março de 2014

Arthur Metz Cuvée Anne-Laure Vin D´Alsace Gewurztraminer 2011


Característica diferenciadora: Alsácia.

Preço: 8€ (Wine Searcher)

Onde: Garrafeiras especializadas

Nota pessoal: 17.5


Comentário:  Amarelo vincado, untuoso qb e muito aromático. Aromas muito florais e com ligeiríssimas notas de fruta tropical cativam imediatamente os sentidos.
Prova de boca muito mais equilibrada do que os aromas poderiam anunciar... tal era a intensidade de aromas e expressividade do amarelo. No entanto, a prova de boca é encantadora e muito equilibrada. Tem um esgar de doce, quase aquele final de mel nas colheres... mas muito bem equilibrado com mineralidade. Eu pessoalmente aprecio carácter com mais acidez, mas não posso dizer que lhe falta acidez. É apenas a forma como se manifesta, discreta e muito ao fundo.
É um vinho que encanta facilmente e de superior carácter gastronómico pela delicadeza e painel aromático.
Muito bom.

Provador: Mr. Wolf

sábado, 8 de Março de 2014

Duas Quintas 2011


Característica diferenciadora: Douro, classe e 2011.


Preço: 10€

Onde: Praticamente em todo o santo local onde se vende vinho...

Nota pessoal: 18

Comentário:  Pronto... finalmente uma surpresa de cair o queixo!
Não porque seja uma surpresa gostar de Duas Quintas... nada disso. É dos vinhos que provavelmente compro consistentemente há mais anos... e por parvoíce, nunca o guardo o suficiente! É tão bom, que vai-se bebendo...
Então porquê a surpresa? Porque o vinho está extraordinariamente bom!
Opaco, auréola carmim, extravagante qb... 
Nariz pujantissimo! Riquíssimo de aromas... Por um lado muito mineral, por outro salpicado de especiaria, e sempre muito fresco... Claramente o perfil de vinho que mais me identifico quando tenho de beber vinhos novos... e 2-3 anos é um vinho novo para mim.
Muito sedutor nos aromas, elegante e vigoroso mas muito engomado. 
Fruta vermelha a manifestar-se de forma brilhante... Cereja madura. 
Algum lápis. A grafite mesmo, não a apara da Madeira. 
Notas de especiaria, que a mim me parecem grãos de pimenta preta acabada de moer. Bom... nada a dizer quanto à qualidade do vinho. Pelo nariz vê-se logo que é muito bom.

Vamos então provar e testar todo este vigor! Boca de sonho!!!! Assombrosa a volúpia imediata que sentimos. Parece que transforma a sala onde estamos numa sala do tempo de Renascimento... pois todo o vinho é simples luxo. E como eu gosto de coisas simples...
Maravilhoso paladar e sensação de tinta da china, escorreito e leve, clean, em construção ainda, mas de fabulosa arquitectura. 
Pujante e muita opulência, carregado de acidez e secura a gritar-nos que é cedo para beber... mas está de tal forma bom já que vai ser muito difícil resistir-lhe...
Taninos evidentes ainda mas a augurar muitos anos em cave repletos de prosperidade.
Barrica de excelente recorte, pouco evidente, mas "ouve-se" ao fundo. Exactamente como se quer.
Muita força nos taninos. Final marcante. Curiosamente o final não prima pela elegância... Mas não se pode dizer que é rústico. 
Secura fenomenal. 
Há medida que respira, a fruta ganha mais protagonismo, ao melhor estilo de Porto Vintage novo, extraído e contido! 

Tiro o chapéu! Excelente vinho, a excelente preço dum ano que de facto se anuncia memorável para os vinhos Portugueses.

Provador: Mr. Wolf

Vértice Grande Reserva 2008


Característica diferenciadora: Douro, terroir e 2008.

Preço: 15€

Onde: Garrafeiras especializadas

Nota pessoal: 17.5


Comentário:  Grandes memórias dos excelentes vinhos Vértice... poder provar um Grande Reserva de 2008, que sabemos esteve impecavelmente acondicionado... é sempre motivo de entusiasmo.

Escuro e impenetrável na cor. Aroma de vinho maduro a sério...
Rolha imaculada, lustrosa e carimbada de púrpura escuro de brilho invejável. Se entusiasmo havia... com esta rolha então quadruplicou.
Cor brilhante e escura, cheia de vivacidade e muito peculiar. Quase cor de sangue.
Prova de boca, a sensação imediata é deliciosa. Muito, muito guloso... um dos melhores vinhos do Douro de 2008 que bebi este ano... e tenho bebido alguns de 2008 pois gosto muito do ano.
Redondo, muito volumoso e opulento na boca, mas ao mesmo tempo muito directo, no melhor dos sentidos nas deliciosas notas de fruta.Cheio de tanino, barrica a fazer-se notar e muita fruta vermelha, quase em calda. Mas a nota principal é que é muito, muito, muito guloso.
Não sei se durará muitos anos em cave, mas este vinho está muito elegante e distinto. Esta garrafa em particular, acho que nem 30 minutos durou.

Provador: Mr. Wolf

Evel Garrafeira 1974


Característica diferenciadora: Idade

Preço: ?€

Onde: Leilões

Nota pessoal: Sem nota


Comentário:  Vale pela curiosidade... de ser um Evel Garrafeira... e de ser de 1974.
Laivos castanhos. Alaranjado no entanto muito cristalino.
Aromas de ligeira oxidação. Pólen de flores na Primavera. Ligeiras notas animais.
Boca ainda aprumada. Pouca acidez, está na curva descendente. Bom bouquet no entanto.

Provador: Mr. Wolf

Quem nos visita - Janeiro e Fevereiro

Janeiro Fevereiro
Portugal 39,2%
Portugal
38,0%
Estados Unidos 14,0%
Rússia
26,8%
Rússia 12,3%
Estados Unidos
11,2%
Brasil 7,9%
Brasil
7,1%
Alemanha 4,9%
China
2,6%
China 4,4%
Luxemburgo
1,6%
Luxemburgo 2,9%
França
1,4%
Canadá 2,1%
Alemanha
1,3%
Holanda 2,0%
Reino Unido
0,6%
Reino Unido 1,5%
Polónia
0,4%
Outros 9,1% Outros 9,1%

sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

No Man´s Land Kometa 2010


Característica diferenciadora: Bulgária... Cabernet Sauvignon e Merlot... e carácter metálico


Preço: 30€

Onde: Bulgária... ou e-stores

Nota pessoal: 16


Comentário:  Merlot vindimado um mês antes do Cabernet Sauvignon... menos de 7000 garrafas produzidas... pretensiosa a garrafa e apresentado na loja como uma das coqueluche actuais da Bulgária... bom... apesar de caro, vamos experimentar.
Opaco, grenat mate. Opacidade elevada. 
Aromas de farmácia, untuosos, natureza primária, mineral primário, quase vulcânico. Fruta nada, mas polvilha os aromas com uma doçura estranha e desconcertante. Barro húmido, lamacento. Água de rio misto de salgado, estilo ria... Uau... Não prima pela eloquência aromática, mas tem carácter. Carne crua. 
Entrada directa e extremamente mineral. Pouco corpo e Cabernet Sauvignon praticamente mudo... não é de todo um vinho consensual. Não tem fruta... não se nota a barrica... vale pela mineralidade e pelas notas ferrosas que tem, mas só isso... parece-me que a garrafa e a imagem muito cuidada não me justificam que adquira outra garrafa pelo mesmo preço. Mas valeu pela prova e pela diferença. E vendo em perspectiva o vinho tem cuidada qualidade....mas se soubesse o que sei hoje, tinha trazido da Bulgária mais garrafas da casta Mavrud... bem mais baratos e muito bons! Fica o alerta!

Provador: Mr. Wolf

quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014

Quinta do Soque 2008


Característica diferenciadora: Frescura

Preço: 7€

Onde: Garrafeiras especializadas

Nota pessoal: 16.5


Comentário:  Gosto muito deste vinho...e não sei o porquê nunca escrevi muito sobre o prazer com que já bebi várias garrafas das cerca de 12 que comprei...provavelmente porque o tempo nem sempre dá para fazermos tudo o que gostamos!
Nariz herbáceo, vegetal e fresco a fazer lembrar lavanda. Sabem aqueles lenços de papel com aroma de alfazema? É parecido... 
Neste caso a análise dos aromas antecipa-se à análise visual, pois é os aromas são muito apelativos!
Cor rubi escuro, sem ser muito brilhante, mas muito bem. Opacidade média.
Directo na prova de boca, com taninos parcos, acidez parca, mas muito equilíbrio. É um vinho pouco conhecido, mas muito bom. Bom companheiro da mesa, versátil para qualquer prato e muito bem feito, sem as cosméticas actuais de excessos de madeira ou exageros de álcool. Gosto muito. Simples, mas ao mesmo tempo distinto e bom.

Provador: Mr. Wolf


terça-feira, 25 de Fevereiro de 2014

Silver Angel Sauvignon Blanc 2012


Característica diferenciadora: Equilibrio

Preço: 12€

Onde: On line... pois esta veio do aeroporto de Sofia!

Nota pessoal: 17


Comentário:  Do centro frio da Europa a minha curiosidade enófilo-felina impediu-me de não comprar esta garrafa de Sauvignon Blanc... cativou-me a imagem, que está bastante bem conseguida. Pedi opinião na loja e garantiram-me que era bom... arrisquei.
Amarelo pálido, cristalino. Ténue e quase cor de champagne. Laivos amarelos quase esverdeados, mas muito bonita a cor. 
Aromas contidos, verdes, estili maçã verde... Boca fresca. Fruta de maçã verde consistente com os aromas com um "toque" tropical. 
Fresco e muito envolvente, notas de mel na untuosidade. Ligeiramente doce apesar do carácter cítrico. Tem a subtileza que poucos vinhos conseguem ter, pois sacia mesmo quando temos a sensação que "falta algo". Mas não falta. Tem a capacidade de amplificar as sensações sem que nunca seja vincado nos aromas ou prova de boca. Excelente produto, Búlgaro... E com uma imagem muito apelativa. Muito bom.

Provador: Mr. Wolf