Translate

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Torre do Esporao 2007

Característica diferenciadora: Garra

Preço: ?€


Onde: Garrafeiras especializadas

Nota pessoal: 17,5

Comentário:  
2ª edição desta preciosidade...faz da ocasião especial abrir uma garrafa destas...bom, cor rubi e groselha escuro. Opacidade elevada, apesar de não ser muito denso. Cor muito bonita.
O ataque de aromas é claramente marcado pela qualidade da madeira empregue...Nariz com notas de caramelo e baunilha. Balsâmico.


Vai respirando no copo (mudei inclusivamente para copos mais largos, os de Pinot da Riedel) depois de provado nos tradicionais Touriga Nacional da Riedel. Ganhou muito.
A acidez mostra-se a anunciar vinho para muitos anos. Notas de Madeira ainda de excelente qualidade. 
Renovado no copo, 20 minutos depois de aberto, notas lácteas de iogurte de frutos vermelhos. Absolutamente delicioso. Untuoso na boca e com um equilíbrio acidez/doçura muito difícil de encontrar no Alentejo.
60 minutos depois chega à festa a fruta. Vestida de Vison. Acetinada, lustrosa, de encher o olho. E especiado. 
Mas passado um pouco, volta a acidez! Precisa de garrafa... Muita. 
2007 é um ano que necessita "resolver-se". Encontram-se vários rótulos que o vinho está a dar uma volta!

E este está. Oscila fruta, concentração e suculência com verdura e acidez. Mas é estupendo.
Fora de tendência do Alentejo. Carne quente. 
Fenois presentes. Adstringente. 
Vinho para a cave de certeza!


Provador: Mr. Wolf 

Sem comentários:

Publicar um comentário