Translate

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Quinta de Foz de Arouce Tinto 2007


Característica diferenciadora: Foz de Arouce.

Preço: 12€

Onde: Garrafeiras especializadas e alguns hipermercados.

Nota pessoal: 16.5


Comentário:  É sempre com prazer que se abrem e provam estas garrafas... mesmo que não seja o vinho mais cuidado da casa, ou seja o Vinhas Velhas de Santa Maria.
Esta garrafa estava impecável, ainda a demonstrar muita juventude. O vinho apresenta-se ainda muito escuro, opaco... Rubi, opaco e sanguíneo.
Nariz lácteo, com aromas de carne... claramente jovem e a "dar a volta". Abri-la, foi como acordar de repente passadas 3 horas de termos adormecido. Há que dar-lhe tempo para se recompor.

No copo. com devido tempo e estando a temperatura adequada, os aromas iniciais dão lugar a notas de eucalipto e ténue fruta... 2007 é um ano para deixar descansar ainda.

Parece-me muito evidente para a maioria dos vinhos que tenho provado nos últimos meses da respectiva colheita. Apesar de bom, esta colheita necessita repouso.

E este não foge à regra. Se o encontrarem à venda, comprem! Se o têem, contenham-se... e esperem no mínimo mais 3 anos. Se a encontarem já aberta, cuidem de o beber a 18º no máximo e dêem-lhe no mínimo 1 hora de descanso após decantar.

Depois encontrarão a finesse e carácter, numa dinâmica pouco comum em Portugal como se encontra nesta Casa.


Provador: Mr. Wolf

Sem comentários:

Publicar um comentário