Translate

domingo, 8 de julho de 2012

Quinta do Monte D´Oiro ex aequo 2007

Característica diferenciadora: Delicioso
Preço: 45€

Onde: Garrafeiras especializadas
Nota pessoal: 18
Comentário: Vinho fora de modas. Pelo menos das que se encontram em Portugal. Modesto na cor e na densidade quando cai no copo, mas é na boca que se percebe a qualidade extraordinária deste vinho. Tudo é harmonia e intensidade. Licoroso, sem ser doce. Ligeiro chocolate, sem ser evidente e muito, muito persistente e fino. É, de longe, do melhor que se faz em Portugal. Sem exageros de barrica, sem exageros de fruta, nada. Então como se descreve? Néctar. Extremamente delicado e com acidez presente, a dar-lhe final. Taninos muito bem integrados. Nada na prova de boca se manifesta desagradavelmente. É um vinho muito dificil de comentar para quem procure exuberâncias. Não as tem, mas também quem as procura não consegue apontar um defeito. É daquelas experiências, que pela diferença, tem a capacidade de remeter o mais opinioso para o silêncio.
Ao invés, quem não procura a qualidade através do exagero e da exaltação severa de sentidos, é "O Vinho". Nada se mostra, insunua-se. É muito, muito bom. Recomenda-se e muito. Mas... aviso honesto à navegação... quem procura exuberâncias de fruta, homenagens a tanoarias e manifestações das papilas gustativas excitantes, guarde o dinheiro e compre em vez de uma garrafa destas, uma ou duas caixas de muitos rótulos que existem disponíveis para esse perfil.

Eu prefiro estar de 2ª a 6ª sem provar nada, para provar só 1 destas por semana, se esse fosse o caso.
Provador: Mr. Wolf



Sem comentários:

Publicar um comentário