Translate

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Quinta do Monte D´Oiro Reserva 2003

Característica diferenciadora: Longevidade e elegância

Preço:35€

Onde: Garrafeiras especializadas.

Nota pessoal: 17,5

Comentário: Escuro na cor ainda. Nariz de muita classe, com fruta ainda ligeiramente evidente, notas de tabaco e algum cacau.
Boca extraordinária de muita elegância.
Os aromas de fruta ficam tímidos à medida que as notas de chocolate e outros aromas que não consigo identificar se manifestam mais evidentes.
O vinho cresce literalmente em espessura. Denso. Pede comida de confecção genuína, ou seja com sabores separados.
É um vinho de muita classe e que está diferente e muito, da nota de prova de quando era novo... recordo-me das sensações que o Quinta do Monte D´Oiro Reserva provocava, sempre mais sedutor no imediato e com aromas frutados. Actualmente está mais fechado, misterioso e quando respira ganha muita dimensão.
Equilibradíssimo de acidez, sem excessos de doçura e outras notas típicas do Syrah, é e continua a ser uma bandeira de muita qualidade no panorama nacional de vinhos.
Inicia aqui o processo de consolidação, pois não é um vinho que oscila e é bom alguns anos e em outros não, ou, dura só com carácter 3 ou 4 anos... este vai em 9... E o de 2001 que provámos há pouco tempo, apesar de diferente, era extraordinário também. Pena é que há poucas garrafas no mercado e é um vinho que mesmo quem gosta de estruturar garrafeiras particulares não tem a predominância que deveria ter. Eu, pessoalmente, há muitos anos que compro e guardo. Nos últimos 3 a 4 anos aprendi que desta Casa tem de se aprender a moderar a abertura de rolhas e guardar muitas para o futuro, pois crescem muito bem em cave.

Excelente vinho.

Provador: Mr. Wolf

Sem comentários:

Publicar um comentário