Translate

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Casa Ferreirinha Vinha Grande 2000

Característica diferenciadora: Casa Ferreirinha

Preço: 10€

Onde: Distribuição em geral

Nota pessoal: 17

Comentário: A última de muitas que viveram felizes na Garrafeira, e tanto se divertiram conosco à mesa...agora, só eventualmente 1 ou 2 magnums...
Provada a última vez em 2010 ( http://winepenacovameeting.blogspot.pt/2010/01/vinha-grande-2000.html ), pelo sim, pelo não, decantou-se. Abrir uma garrafa com a história que estas antigas Vinha Grande têem, não é todos os dias...rolha impecável!

Limpíssima a cor. Grenat vivo. Muito, mas muito ligeiros laivos "atijolados"... mas é preciso procura-los bem.
Nariz Ferreirinha evidente. Logo. Muito ao longe, Barca Velha, sim. Reza a lenda que os Vinha Grande produzidos na Quinta do Seixo estagiavam em barricas usadas de Barca Velha. Não faço ideia. Mas que tem semelhanças no aroma, tem.
Aromas de fruta pisada, escura, ameixas em passa seca. Evolui para aromas mentolados. Erva doce, sim, bolos de erva doce. Mas o característico "Ferreirinha" está lá... não sei é descrevê-lo.
Boca muito clean. Impressionante o discrenimento que este vinho tem após 12 anos. Ligeiras notas de lagar de azeite, mas nada cansado, pelo contrário, este é daqueles vinhos que cresce muito quando é decantado. Especiarias, pimenta preta. Obviamente não tem a concentração de cor e acidez dum vinho novo (3-5 anos), mas discute estrutura e persistência com muitos que se encontram hoje a preços bem mais caros. Curiosa a semelhança de notas aromáticas com alguns Redomas... pelo menos a mim fez-me essa associação. Redoma, é só um dos vinhos mais característicos da personalidade que eu reconheço como Douro. Puro e duro. E encontra-se neste Vinha Grande também isso. Rijos como o aço e com acidez qb. Não têem a longevidade dos típicos Baga, mas possuem uma largura de banda de consumo bem mais rápida a ser atingida e que também dura, e dura, e dura...

Está excelente. Quem as tenha, se estiverem bem guardadas, aguentam-se bem uns bons anos ainda. Para já, está excelente dentro do perfil. Muito bom.













Provador: Mr. Wolf



2 comentários:

  1. Caríssimo,
    Não imaginava que o Vinha Grande envelhecesse tão bem assim. Você acredita que os de 2007 ou 2008 evoluam tão bem quanto esse 2000 que apreciaste? Tenho alguns exemplares deles e agora fiquei tentado a guardar.
    Abraços,
    Flavio

    ResponderEliminar
  2. Olá Flávio,

    Excelente questão... A resposta é não sei. Deixei de provar com frequência Vinha Grande desde 03 ou 04. O perfil mudou. Nunca bebi um Vinha Grande que não gostasse, mas mudou. 07 e 08 em Portugal produziu grandes vinhos. 07 mais fechados actualmente, especialmente no Douro. Os Vinha Grande eram vinhos de cave... Depois de 03 notei-os mais frutados e menos concentrados. Na minha opinião perderam a personalidade própria de quem os conhecia, mas nao posso dizer se não precisavam era de cave. Deixei de os comprar e pontualmente bebo em restaurantes. Mas vou procurar, fica aqui o meu compromisso, e tentar provar um desses anos e baseado no histórico e bom conhecimento que tenho dos vinhos da Casa Ferreirinha, dar-lhe a minha opinião. Casa Ferreirinha é sempre sinal de qualidade. Já o meu pai me ensinou... Mas tal como o mercado mudou, as grandes empresas necessitam adaptar-se. E acredito que foi o que aconteceu. O perfil mudou. Se é um perfil que gosta de cave ou não, não sei. Mas vou procurar. Um abraco

    ResponderEliminar